10 maneiras de melhorar seu consumo de ar no mergulho

Otimizar o nível de consumo de ar no mergulho é uma busca incansável de todo praticante desta atividade!

É normal, no início, o mergulhador não se atentar ao seu próprio corpo, pois está muito preocupado em se adaptar ao novo meio em que foi inserido – o fundo do mar.

Por isso, siga algumas dicas que melhorarão o seu consumo de ar e fará seu mergulho durar muito mais!

01 – Condicionamento físico

Condicionamento físico

Um ótimo condicionamento físico beneficia todo o corpo, mas especificamente sobre os mergulhadores, agirá principalmente na respiração.

Os batimentos cardíacos permanecerão menos acelerados, resultando em um mergulhador menos ofegante durante nados contra uma eventual correnteza. O que implica diretamente na economia de oxigênio.

02 – Controle sua respiração

Controle sua respiração

Se combinado com a prática regular de atividades físicas, dominar a respiração correta durante seu mergulho fará o consumo diminuir muito!

Uma das formas de conseguir isso é fazendo uma inspiração do ar por cerca de 3 segundos, sem que o pulmão fique completamente cheio, seguido de uma lenta expiração, de pelo menos 8 segundos.

Pratique esse exercício regularmente!

03 – Mergulhe calmamente

Mergulhe calmamente

Mergulhar é uma atividade prazerosa e relaxante, não há necessidade de fazer somente movimentos rápidos. É preciso se sentir parte do meio aquático e não ficar “brigando” com ele.

Bata suas nadadeiras devagar, buscando uma ótima flutuabilidade e evitando esforços desnecessários!

Caso haja a necessidade de realizar movimentos mais rápidos, intercale com outros movimentos mais suaves, prevenindo o desperdício de oxigênio.

04 – Não use as mãos

Não use as mãos

Utilizar suas nadadeiras é muito mais eficiente!

Deve-se evitar o uso das mãos, visto que o consumo excessivo de energia e oxigênio não resultam em muitos metros percorridos.

Suas mãos são úteis apenas em momentos que haja a necessidade de vencer alguma correnteza, ou situações semelhantes.

05 – Tenha seu próprio equipamento

Tenha seu próprio equipamento

É fundamental mergulhar com equipamentos de qualidade!

Alugar equipamentos de mergulho é brincar de roleta-russa, muitas vezes são eles os responsáveis por comprometer o desempenho ao longo da prática.

Pode ser que você fique desconfortável, desequilibrado ou até mesmo nade em uma posição incorreta, tudo isso por não utilizar equipamento próprio.

Saiba mais em: Começou a mergulhar e quer saber como comprar seu equipamento de mergulho?

MERGULHO EM ABROLHOS: SUA PRÓXIMA VIAGEM DE MERGULHO

06 – Regule seu regulador

Regule seu regulador

Mantenha sempre seu regulador em perfeito estado!

Além de ser necessário utilizar um equipamento de boa qualidade, é recomendável fazer manutenção preventiva.

As manutenções precisam ser de forma rotineira, caso mergulhe frequentemente, ou pelo menos uma vez por ano, se praticar a atividade de forma esporádica.

Caso seu regulador tenha ficado inativo por um longo período de tempo, faça o ajuste para que você respire o mais fácil possível, diminuindo sua carga de trabalho e melhorando seus níveis de consumo.

07 – Evite lastro em excesso

Evite lastro em excesso

Carregar excesso de peso durante os mergulhos é sinônimo de maior gasto de oxigênio.

Além de exigir mais esforço físico em alguns momentos, será necessário encher muito mais o seu colete para conseguir estabilidade.

Pela tensão inicial do mergulho, a maioria dos iniciantes tende a inspirar excessivamente, dificultando sua imersão. Isso leva o mergulhador à falsa impressão de que precisa usar mais lastro do que o necessário.

Uma forma de ajudar na descida é inspirar um pouco menos do que o normal, mantendo os pulmões mais vazios. Dessa forma eles não influenciarão sua flutuabilidade.

08 – Escolha a roupa adequada

Escolha a roupa adequada

Lembre-se que embaixo d’água perdemos calor até 20 vezes mais rápido que em terra firme.

E perder calor resulta em um grande gasto energético, pois seu organismo busca manter seu corpo aquecido. Refletindo diretamente no maior consumo de ar no mergulho.

A roupa de mergulho não deve ficar larga no corpo do mergulhador, e sua espessura deve ser correta para a temperatura da água em que será realizada a atividade.

09 – Hidrodinâmica

Hidrodinâmica

Revise sua configuração de equipamentos e verifique sua hidrodinâmica!

Um ótimo passo para começar neste assunto é optar por equipamentos mais compactos.

São mais seguros e evitam que haja arrasto, grande responsável pelo alto consumo de ar no mergulho.

10 – Treine bastante

Treine bastante

Só mergulhando é possível melhorar seu consumo de ar no mergulho!

Quanto mais você mergulha, mais confortável será a experiência, retornando em uma maior eficiência ao longo do tempo.

Cursos de mergulhos adicionais promovem mais conhecimento sob supervisão de profissionais altamente capacitados.

Na Especialização em Máxima Performance em Flutuabilidade você aprenderá a deslizar sem esforço, usar menos ar e variar sua profundidade quase como se fosse pelo pensamento.

Ao mesmo tempo em que melhora seu desempenho, conforto, segurança e prazer, diminui seu consumo de ar no mergulho!

Mergulhe em Maceió

Veja as opções de mergulho em Maceió que separamos para você!

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Tópico de comentário mais quente
1 Autores de comentários
AdrianaAutores recentes de comentários
  Inscreva-se  
o mais novo o mais antigo mais votado
Notificação de
Adriana
Visitante
Adriana

Adorei as dicas , pois eu estou começando a mergulhar agora e dicas pra melhorar e sempre bem.