Blog

Dicas para um carnaval mais sustentável

CARNAVAL MAIS SUSTENTÁVEL

Opa, diver! O carnaval acabou e você deve ter presenciado um verdadeiro mar de lixo nas ruas. E isso é péssimo. 

Ao contrário do pensamento popular, é possível pular carnaval – ou as festas pós bloquinhos – sem poluir as vias públicas e podemos provar!

Para isso, preparamos algumas dicas muito boas para você. Que tal mergulhar em conscientização, diver? 🙂

Alegria, celebração, novos e velhos amigos, antigos ou passageiros crushes: para muitos, o ano só começa, oficialmente, depois que o carnaval termina. Mas não são apenas as histórias memoráveis que o carnaval deixa como legado. 

Somente no ano passado, na cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, os foliões geraram 486,5 toneladas de lixo em cinco dias. Entre os descartados, restos de fantasias, bitucas de cigarros e, claro, muitas, muuitas latas e garrafas.

Refletir, aliás, não só sobre aquilo que consumimos, mas também sobre o que descartamos é urgente. Se considerarmos que cerca de metade do plástico existente foi fabricado nos últimos 13 anos, temos uma noção do tamanho do problema. E mais: de toda a matéria plástica colocada no mundo até hoje, apenas 9% foi reciclada.

Mas se é inevitável que certo acúmulo de lixo seja produzido, o que devemos fazer para agir, pelo menos, com mais cautela quando o assunto é geração de resíduos?

Como foi dito um pouco antes, pensando em como podemos ser foliões mais conscientes, preparamos dicas incríveis que muito vão ajudar a pular carnaval -ou as festas pós bloquinhos-  de forma sustentável. 

Por aqui, reunimos as principais sugestões para que você se prepare, planeje e não caia em tentação neste mês de tanta curtição — ou, pelo menos, só caia nas boas.

Vamos lá?

#1 – VÁ DE LATINHA NA MÃO:

Latinha

Calor, multidão, dança: a combinação perfeita para a gente se esbaldar nas bebidas — sejam alcoólicas ou não. De qualquer forma, quando for comprar algo para beber, dê preferência às latas

O Brasil recicla 98% das latas produzidas — contra apenas 40% do vidro. Além disso, esse processo movimenta uma comunidade de aproximadamente 800 mil recicladores. Na prática, isso significa que todas as latinhas que bebemos voltam para as prateleiras 60 dias depois, basicamente. Um motivo e tanto para deixar as garrafas de lado neste carnaval. 🙂 

#2 – APOSTE EM COPO MULTIUSO:

Copo Reutilizável

O tempo de decomposição de um copo descartável varia entre 250 e 400 anos. Em vez de usar uma porção deles neste carnaval, por que não levar seu copo retrátil de casa? Dá para colocar bebida, comida e até estocar glitter – biodegradável, claro -. 

#3 – GLITTER BIODEGRADÁVEL:

Glitter Biodegradável

Carnaval sem glitter é quase uma heresia. Mas, uma maquiagem momentânea pode causar um problema gigantesco! Isso porque o microplástico existente no glitter, além de levar até milhares de anos para se decompor, afeta diretamente a cadeia alimentar aquática quando despejado nos oceanos

Por isso, para viver um carnaval com brilho e também amigo do meio ambiente, opte por marcas que estão produzindo purpurina biodegradável. 😀

#4 – FANTASIA CONSCIENTE, A NOVA TENDÊNCIA:

Fantasia

Que tal reaproveitar uma fantasia antiga ou trocar a fantasia antiga com os amigos?

Se a gente for comprar uma fantasia a cada carnaval, imagina o quantas fantasias não vão ficar paradas em seu guarda roupa daqui alguns anos?

Pode também podo improvisar com suas próprias roupas e caprichar na confecção de um adereço com materiais sustentáveis.

#5 – CONFETE:

Confete

Você pode pensar que não há problema com o confete, já que ele é feito de papel. Certo? Errado, diver! 

Vamos lá, se levarmos em conta que ano passado aproximadamente 6 milhões de pessoas pularam carnaval só no Rio de Janeiro, imagine a quantidade de resíduos que não ficaram pelas ruas, entupindo bueiros, indo para redes de esgoto e até mares e rios? 

Aqui vai uma dica de ouro: para que produzir mais lixo, se a gente pode aproveitar o que já está ali, bem aos nossos pés? Folhas secas, dessas que estão caídas pelos chãos, são perfeitas para produzirmos artesanalmente nosso punhado de confete.

Com um furador de papel e algumas folhas você pode criar inúmeras combinações de formatos e cores. Melhor e mais bonito que qualquer confete comprado em prateleiras, convenhamos! 🙂

#6 – GASTE MENOS COMBUSTÍVEL:

Gaste menos combustível

Prefira transportes com menor consumo de combustível fóssil, um dos contribuintes do aquecimento global. Entre o avião e o carro, prefira o carro. Entre o carro e o ônibus, fique com o último. E aproveite os dias livres para andar de bicicleta e a pé.

Na hora de ir para os circuitos da folia, experimente ir de ônibus ou de carona. Além de ser mais sustentável, você não precisa se preocupar com estacionamento nem com a segurança do veículo – e ainda pode tomar a sua cervejinha sem medo do bafômetro.

#7 – LUGAR DE LIXO É NO LIXO:

Lixo

Diver, se você chegou até aqui, o mínimo que a gente espera é que você tenha entendido que lixo tem lugar certo: lugar de lixo é no lixo mesmo! Mas não custa lembrar, não é? 😉

Procure lixeiras e postos de recolhimento de resíduos, além disso, as ruas ficam cheias de catadores de latinhas, o que pode te ajudar a dar um destino adequado às latinhas de bebidas.

Por favor, nada de jogar lixo no chão!

Entope bueiros, aumenta os riscos de enchentes, e pode ser nocivo até mesmo para os próprios foliões. Garrafa de vidro, então, nem pensar!

São realmente muitos benefícios em ser um folião mais consciente, diver! Além de realizar uma grande ação, o meio ambiente agradece bastante. 

Ficou alguma dúvida, diver? Entre em contato com a gente. Será um prazer bater um papo com você! 

No mais, esperamos que você tenha curtido as informações e dicas.

Você tem alguma sugestão? Deixe um comentário! E para não perder nenhuma atualização, assine a nossa newsletter no box ao lado.

Até o próximo post, diver! 😉

EXPERIMENTE O MERGULHO

Realize seu sonho de mergulhar!
Mergulhe na famosa Piscina do Amor e viva uma experiência inesquecível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *