Blog

Nossa homenagem no dia do amigo é para Jacques Cousteau!

jacques-cousteau

Você sabia que o dia do amigo é comemorado no dia 20 de Julho no Brasil e 30 de Julho internacionalmente?!

No dia do amigo, para nós mergulhadores, nada melhor do que homenagear aquele que está ao nosso lado em todos os mergulhos: nosso dupla!

Desde o Curso Básico de Mergulho aprendemos a importância do nosso dupla. Afinal, uma das principais regras do mergulho autônomo é nunca mergulhar sozinho.

Eventualmente até podemos ingressar no esporte do mergulho sozinhos, mas ao conhecer nosso dupla antes de mergulhar, existem grandes chances de nos tornamos grandes amigos.

Amigos que dividem uma paixão: mergulhar!

Durante o mergulho, nosso dupla que vai estar ao nosso lado para ajudar no que for preciso, e principalmente para dividir momentos inesquecíveis embaixo d’água!

Mergulhadores são assim, quando não estamos embaixo d’água, só falamos de mergulho!

Queremos contar para todos nossos amigos as belezas que existem escondidas em nossos oceanos, e levar todo mundo para mergulhar nessas aventuras conosco!

Alguns diriam que é quase uma religião, mas quando a gente ama uma coisa é assim mesmo, concorda?! Foi assim também com Jacques Cousteau que trocou a vida da terra por uma vida inteira no mar!

Nessa data tão importante que é o dia do amigo, vamos relembrar um pouco da história do inventor do equipamento de mergulho autônomo.

E mesmo sem o conhecermos pessoalmente, Jacques Cousteau é um grande amigo de todos mergulhadores, pois graças a ele pudemos conhecer os oceanos!

Ele sempre será nosso eterno dupla de mergulho!

dupla-de-mergulho

Quem foi e qual a importância de Jacques Cousteau para o mergulho?

Jacques Cousteau foi um oficial da marinha francesa, inventor do equipamento que permitiu aos humanos mergulhar com ar comprimido à muitos metros de profundidade.

Em 1943, junto de seu amigo, o engenheiro Émile Gagnan, eles combinaram uma válvula de demanda aperfeiçoada com um tanque de ar de alta pressão, criando assim o primeiro equipamento autônomo de circuito aberto eficaz, o famoso Aqualung.

Por isso, até hoje Jacques Cousteau é considerado o pai do mergulho e é peça fundamental para a história do mergulho!

A bordo do barco Calypso, Jacques Cousteau viajou o mundo realizando pesquisas e filmando a vida marinha. Foi um grande explorador do mundo submarino.

Em 1956 ele foi premiado com a palma de ouro (Palme d’Or ) no Festival de Cannes com o documentário O Mundo do Silêncio, coproduzido por Louis Malle.

Indicamos fortemente assistir o documentário Becoming Costeau, no Disney play.

E para finalizar nossa homenagem ao nosso eterno dupla de mergulho, trouxemos a carta escrita por ele, e dedicada a todos os mergulhadores do mundo!

Conheça a carta na íntegra!

Carta aos mergulhadores, por Jacques Yves Cousteau

“Como todos os seres humanos, nascemos no coração marrom da mãe-terra. Temos braços e pernas e respiramos oxigênio que entra em pequenos pulmões. Passamos grande parte da nossa vida na posição vertical, que nos dá uma maior autonomia e um maior conforto na terra. Vistos superficialmente, somos iguais a todos os seres humanos.

 Mas, analisando um pouco mais fundo, alguma coisa nos faz diferente. Nascemos com os olhos acostumados ao azul das águas. Temos um corpo que anseia pelo abraço do mar. E um pulmão que aceita grandes privações de ar apenas para prolongar nossa vida no mundo azul. Somos homens e mulheres de espírito inquieto. Buscamos na nossa vida mais do que nos foi dado. Passamos por grandes provas para aproximar-nos dos peixes. Transformamos nossos pés em grandes nadadeiras, seguramos o calor do nosso corpo com peles falsas e chegamos até a levar um novo pulmão em nossas costas.

 E tudo isso para quê ? Para podermos satisfazer uma paixão. Um sonho. Porque nós, algum dia, de alguma maneira, fomos apresentados a um mundo novo. Um mundo de silêncio, de calma, de mistério, de respeito e de amizade. E esta calma e este silêncio nos fizeram esquecer da bagunça e da agitação do nosso mundo natal. O mistério envolveu nosso coração sedento de aventura. O respeito que aprendemos a ter pelos verdadeiros habitantes desse mundo. Respeito esse que, só depois de ter sentido a inocência de um peixe, a inteligência de um golfinho, a majestade de uma baleia ou mesmo a força de um tubarão, podemos compreender.

 E a amizade. Quando vamos até o fundo do mar, descobrimos que ali jamais poderíamos viver sozinhos. Então levamos mais alguém. E esta pessoa, chamada de dupla, companheiro ou simplesmente amigo, passa a ser importante para nós. Porque além de poder salvar nossa vida, passa a compartilhar tudo o que vimos e sentimos. E em duplas, passamos a ter equipes. E estas equipes passam a ser cada vez maiores e mais unidas. E assim entendemos que somos todos velhos amigos, mesmo que não nos conheçamos. E esse elo que nos une é maior do que todos os outros que já encontramos. E isso faz que nós, mais do que amigos, sejamos irmãos. Faz de nós, mergulhadores.”

 Jacques Yves Cousteau (11/jun/1910 – 25/jun/1997)

Compartilhe esse artigo com o seu ou a sua dupla de mergulho, chamado também de dive buddy em inglês, e diga o quanto ele  ou ela é importante para você!

E bóra mergulhar!

QUANDO FOI SEU ÚLTIMO CURSO?

Veja todas as opções de Especialização de Mergulho

2 Comentários

  1. Eu estava mergulhando na Bahia, no Morro de São Paulo, e vi o meu ar acabar e meu dupla compartilhou o segunda estágio do regulador de ar dele comigo para que pudéssemos voltar para a superfície e foi muito marcante e gratificante essa cumplicidade…amo mergulhar!?!

    • Está aí um exemplo de como nosso dupla é importante! Mas lembre-se de monitorar o seu ar com maior frequência para evitar esse tipo de situação!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.