• Home
  • Blog
  • Dicas

Blog

Mulheres no mergulho: lugar de mulher é onde ela quiser!

mulheres-no-mergulho-fernando-de-noronha

Se você é mulher e mergulha, provavelmente já viveu a experiência de ser a única mulher no barco.

Me lembro quando fui mergulhar no Aquário da Georgia, em Atlanta. Foi uma experiência linda, mergulhei com 4 tubarões baleias, tartarugas, raias! Assista ao vídeo e vai ver que eu era a única mulher nessa aventura. 

Como eu era novata no mundo do mergulho, ficava me perguntando onde estavam as mulheres no mergulho?

Então busquei alguns dados para entender mais sobre esse universo e vou explicar para vocês!

Segundo a PADI, 36.8% dos mergulhadores são mulheres e esse percentual é ainda menor quando se trata de mulheres trabalhando com mergulho.

Estatísticas PADI por gênero.
Referência: 2021 PADI Worldwide Corporate Statistics.

Esse dado desperta a curiosidade para entendermos porque aparentemente as mulheres mergulham menos que os homens

Nesse outro gráfico abaixo, no mesmo estudo da PADI, vemos que entre 10-39 anos, o percentual de mulheres certificadas é maior. 

Estatísticas PADI de mergulhadores certificados por gênero e faixa etária.
Referência: 2021 PADI Worldwide Corporate Statistics.

Isso é muito interessante, pois podemos observar que o número de mulheres no mergulho está aumentando, principalmente na população mais jovem.

Nesse artigo vamos conhecer grandes exemplos de mergulhadoras que nos inspiram!

E que fizeram história por sua coragem, sabedoria, descobertas científicas e recordes mundiais. 

Continue a leitura para saber quem são essas sereias!

Aos homens, daremos dicas de como agir diante de uma mergulhadora, para que entendam o que uma mergulhadora espera de você, e como se comportar sem sub julgar uma mulher.

 

Por que o mergulho é mais praticado por homens do que por mulheres?

O mergulho nasceu nas forças militares e por muito tempo foi considerado um esporte para homens. 

Além disso, historicamente as mulheres eram muito reprimidas e excluídas de atividades como o mergulho. 

Mulher não podia estudar, trabalhar, ficava em casa, era tratada como um ser limitado e frágil.

O que sempre acontece comigo é que os homens querem carregar meu equipamento, meu cilindro, e ficam muito surpresos quando eu gentilmente agradeço, mas gosto de fazer isso sozinha. 

Então, graças a essas e outras crenças, ainda existem menos mergulhadoras que mergulhadores, mas esse cenário vem mudando!

Olha aí na foto!

Mais mulheres mergulhandoObserve o gráfico que mencionei no começo do artigo, ele demonstra isso claramente. Na faixa etária acima de 50 anos temos quase o dobro de mergulhadores homens. 

Já nas idades mais jovens que 49 anos o percentual de mulheres com certificação PADI de mergulho é consideravelmente maior!

Esse dado reflete a independência e empoderamento das mulheres, que hoje têm liberdade para escolher o que querem fazer.

E elas tem sim escolhido praticar esse esporte tão mágico que é o mergulho, assim como seguir carreiras dentro do mercado de mergulho.

Por isso, mergulhador, quando você participar de uma operação de mergulho com mulheres, ofereça sim ajuda, mas nunca com aquele tom de que a mulher não tem força para carregar seu próprio equipamento.

Afinal, todo mundo gosta de gentileza, mas ninguém gosta de ser sub julgado.

Por outro lado, eu sempre escuto dos meus instrutores o quanto o mercado do mergulho está precisando de mulheres.

Crianças e mulheres se sentem muito mais confortáveis em ter uma instrutora de mergulho ou dive master mulher passando instrução e guiando o mergulho.

 

Mas quais são as vantagens das mulheres que mergulham frente aos homens?

Para responder essa pergunta vou te contar uma história pessoal, que aconteceu quando fui tirar minha primeira certificação de mergulho, Open Water Diver, em Key Largo, na Flórida.

Era meu primeiro mergulho após concluir o curso básico de mergulho, e descemos em um grande grupo de instrutores e mergulhadores. 

Após alguns minutos mergulhando, nosso instrutor sinalizou para subirmos, eu não entendi o porquê, afinal estávamos longe do barco.

Quando chegamos na superfície ele falou que um dos mergulhadores, que curiosamente estava estudando para ser piloto da aeronáutica americana, ficou sem ar!

Tivemos que nadar até o barco em um mar agitado e com ondas, foi um susto e exigiu bastante esforço físico e controle emocional.

Eu estava com meu tanque cheio de ar, e fiquei me perguntando o que havia acontecido para alguém consumir o ar tão rápido.

Foi aí que o instrutor nos explicou que mulheres geralmente têm um consumo de ar muito melhor que o dos homens, e conseguem passar mais tempo mergulhando.

Além de consumir menos oxigênio por conta da nossa fisiologia, nós mulheres temos naturalmente um senso de cuidado com as pessoas e somos mais atentas aos detalhes.

O que pode ser vantajoso na hora de cuidar da seu dupla de mergulho, até para checagem de equipamento que fazemos antes de entrar na água.

Checagem de dupla de mergulhoMulheres geralmente mantêm a calma em situações de risco, e gerenciam melhor as suas emoções do que os homens.

Essas características também nos destacam, e passam credibilidade para quem está mergulhando com uma mulher.

Eu já participei de muitas operações de mergulho, e posso com propriedade dizer que a habilidade natural de organização das mulheres faz toda diferença nessas ocasiões! 

Vamos então falar aqui sobre quem são essas mergulhadoras que inspiram! 

Mulheres que fizeram história no mergulho

Em outro artigo publicado aqui na Let’s Dive Rainhas subaquáticas: a presença da mulher no mergulho, já falamos de grandes mergulhadoras como Sylvia Earle, Eugenie Clark, Haenyo e Ama, Fernanda Paiva e Erika Nezu.

E hoje, dia internacional da mulher, vamos homenagear mais algumas encantadoras sereias do mar!

mergulhadora freedive mergulho livreContinua com a gente para saber quem são essas mulheres no mergulho!

Karol Meyer

Recordista mundial de apneia, instrutora de mergulho livre PADI, Recifense, Karol é uma grande esportista brasileira!

Karol foi a atleta que mais trouxe recordes mundiais para o Brasil, ao total são 8 títulos.

Ela é uma atleta cheia de vida, disciplina e foco! A prova viva que limitações só existem na nossa mente.

Você já ouviu falar do mergulho na Corveta do Ipiranga, em Fernando de Noronha? É um naufrágio que está a 57 metros de profundidade! 

A Karol é considerada a primeira mulher a tocar a Corveta do Ipiranga sem o auxílio de aparelhos ou ar comprimido.

O que mais me inspira na Karol é aos 53 anos ela ter disposição para fazer atividades que exigem muita resistência física.

A Karol é um exemplo que nos mostra que não existe limite de idade para fazer o que se ama!

Em Florianópolis, eu tive a oportunidade de organizar uma saída de mergulho para a parte prática do curso que Apneia da Karol Meyer.

Foi muito massa estar junto de uma mergulhadora que admiro e poder ver de perto seu jeito divertido, ensinando técnicas valiosas de mergulho com a leveza e delicadeza feminina.

Seja mergulhar ou qualquer outra atividade, podemos tudo se colocarmos foco e treinarmos para isso!

Alenka Artinik

Alenka é eslovena e aos 39 anos quebrou o recorde mundial feminino de mergulho livre.

Ela chegou a 122 metros de profundidade em 3 minutos e 34 segundos sem respirar. 

Você deve estar se perguntando como é possível o corpo humano passar quase 4 minutos sem ar sob a pressão da água que aumenta 1 atm a cada 10 metros!

É! Nosso corpo é uma máquina perfeita e treinável, e a Alenka deixa isso bem claro com sua grande conquista!

Ela tinha depressão e 10 anos depois de passar por essa fase difícil, conquistou o recorde mundial no Vertical Blue 2021, em Bahamas.

Essa mergulhadora se tornou um grande exemplo de superação e força que de fato nos inspira!

Mulheres envolvidas em projetos de conservação dos oceanos

mergulhadora-em-maceioComo sabemos o aquecimento do planeta impacta no aumento da temperatura da água, que vem causando o branqueamento dos corais.

Sem falar na poluição, no excesso de lixo… Tudo isso está matando os oceanos, e mais do que nunca é preciso ações de restauração dos corais e preservação da vida marinha.

Aqui no Brasil temos projetos extraordinários liderados por mulheres! Se liga!

Se quiser saber ainda mais procure pelas Scuba Divas, Paulinha Vianna, Ninha Santhiago, Juliana Coelho da Quero Mergulho, … São tantas mulheres inspiradoras no mergulho que dá para escrever um livro!

Então vou parar por aqui e deixar um convite especial para todas as mulheres, aos pais de meninas, mergulhadores homens…

Incentivem mais mulheres e meninas a conhecer o mundo subaquático! 

Traga sua filha, sobrinha, esposa, namorada, para viver essa experiência mágica que é mergulhar!

A idade mínima para iniciar no mergulho autônomo (com cilindro) é 10 anos de idade.

Afinal, com todos esses exemplos ficou claro que mergulho é um esporte para todos, independentemente do gênero, e não há limitação para conhecer o mundo submerso, concorda?!

Então se você ficou curiosa para entrar para a comunidade de mergulhadoras mulheres, e mergulhar com a gente nessas aventura, saiba como clicando aqui!

Nos vemos embaixo d’água, sereias!

Se torne mergulhador !!!
Aqui na Let’s Dive você faz o curso de Básico  em 4 dias !!! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.